VOCÊ ESTÁ AQUI: PRINCIPAL - PUBLICAÇÕES - DESTAQUES

PF identifica desvio de 91 armas de empresas de segurança para o crime em 2019

Levantamento da PF revela que nos cinco primeiros meses deste ano 91 armas e 29 coletes balísticos saíram dos estoques de empresas de segurança Rio para abastecer o crime organizado





Um levantamento da Polícia Federal revela que apenas nos cinco primeiros meses deste ano 91 armas e 29 coletes balísticos (à prova de balas) saíram dos estoques de empresas privadas de segurança Rio para o crime organizado. O número é resultado da soma de registros feitos pelas empresas na Delegacia de Controle de Segurança Privada (Delesp), da PF do Rio. São armas e coletes que foram extraviadas, desviadas, roubadas ou furtadas entre janeiro e maio deste ano das empresas. A Delesp é responsável pela fiscalização das empresas de segurança.

Também foram identificados desvios de 814 projéteis de revólveres, pistolas e escopetas nas empresas. Em comparação com igual período do ano passado, houve um aumento de 10% no número de munição que desapareceu das empresas e foi parar nas mãos de criminosos. A PF disse que entre janeiro e maio do ano passado o total foi de 735 projéteis. Os policiais federais informaram que a atribuição de investigar o motivo do desvio é da Secretaria estadual de Polícia Civil.

Nos últimos anos, armas e munição de empresas de segurança vêm abastecendo o crime no Estado do Rio. Como já revelou uma reportagem de O GLOBO, um relatório da Polícia Federal mostrou que pelo menos 17.662 armas foram desviadas ou roubadas de firmas de vigilância e acabaram nas mãos de bandidos entre 2006 e 2015.

Fonte: EXTRA